Como vidros e espelhos são feitos

Desde os primórdios da história, os seres humanos têm sido fascinados por reflexões de sua própria imagem. Atualmente, os espelhos têm avançado muito atuando desde refletores de piscinas, até o cuidado de criar produtos específicos para limpar vidros e espelhos que embelezam as casas e os condomínios residenciais, comprados em vidraçarias bem conceituadas no mercado. Uma das maiores vidracaria curitiba é a Vidros FV.

 

fv vidros

 

Usos dos espelhos e como são feitos

 

Eles têm sido usados ​​na decoração de interiores, desde o século 17, em superfícies reflexivas em carros e em lobbies de hotéis com design moderno.  Os espelhos também são usados ​​para fins práticos como: examinar a nossa aparência, verificar o que está atrás de nós na estrada, e confecção de instrumentos de pesquisa científica, como microscópios e lasers.

Os espelhos feitos pelo homem já existem desde os tempos antigos. Os primeiros espelhos eram muitas vezes folhas de metal polido e foram utilizados quase que exclusivamente pelas classes dominantes.

A aparência muitas vezes refletia em alguns casos determinados, posição e poder na sociedade. Desse modo, a demanda para os vidros começou a ficar grande, bem como foi à demanda para o aperfeiçoamento das técnicas de criação do espelho.

O processo de revestimento da parte de trás de uma folha de vidro derretido com prata, tornou-se o método mais popular para fazer espelhos em 1600. O vidro utilizado nestes primeiros espelhos ficou muitas vezes deformado, criando uma ondulação na imagem.

Nas vidraçarias modernas e nas metalúrgicas com novas técnicas ficou mais fácil de produzir folhas de vidro que são muito planas e uniformes revestidas na parte de trás, melhorando muito a nitidez da imagem. Ainda assim, a qualidade de um espelho depende do tempo e materiais gastos para fazê-lo.

Os materiais da tecnologia afetam drasticamente a qualidade de um espelho. A luz reflete melhor a partir de superfícies que não são difusoras, que são lisas e opacas, em vez de transparente.

Qualquer falha neste arranjo vai prejudicar a eficácia do espelho. As inovações na forma de construir o espelho foram direcionadas para achatar o vidro usado e aplicação de revestimentos metálicos de espessura uniforme, porque a luz viaja através de diferentes espessuras de vidro sobre diferentes partes de um espelho resultando em uma imagem distorcida.

É devido a estas irregularidades que alguns espelhos fazem a pessoa parecer mais magra e alguns, mais gorda do que o normal. Se o apoio de metal sobre um espelho estiver riscado ou tiver pontos muito finos, o brilho da reflexão também será desigual. Se o revestimento for muito fino, pode ser possível ver através do espelho.

Assim é como os espelhos unidirecionais são feitos. O revestimento anti-opaco é colocado em camadas sobre metálica de suporte e apenas um lado do espelho (o lado que reflete) estará acessível.

 

O vidro, que é o principal componente dos espelhos, é um refletor pobre. No entanto, possui a propriedade de uniformidade, particularmente quando polido. Isto significa que o vidro contém poucos pontos após o polimento e vai formar uma base eficaz para uma camada refletora de metal.

Quando a camada metálica é depositada, a superfície é muito uniforme, sem saliências ou cavidades. O vidro também é considerado um bom material para espelhos porque pode ser moldado em várias formas para espelhos especiais. As folhas de vidro são feitas a partir de sílica, que pode ser extraída da areia.

 

Para conhecer mais sobre a Vidros FV acesse http://VidrosFV.com.br

E para saber mais como os espelhos são feitos, clique aqui

 

 

Vídeo sobre vidros e espelhos

Leave a reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>